top of page

33ª Conferência Missionária da AD em Jundiaí -SP

Senami e missionários, que atuam em quatro países onde a AD Jundiaí tem vínculo direto, marcaram presença no evento



Fotos cedidos por AD Jundiaí/ via Senami


Entre os dias 10 e 13 de fevereiro, a Assembleia de Deus de Jundiaí – Ministério Belém, presidida pelo pastor Esequias Soares da Silva realizou a 33ª edição da Conferência Missionária. “Até os confins da terra” foi o tema escolhido para este ano com base no texto do evangelho de João: “Assim como o Pai me enviou, eu também envio vocês” (Jo 20:21b).


O evento foi realizado de modo simultâneo na sede do Ministério, com programação específica para o público adulto e, também, para as crianças durante a Conferência Mirim. Jovens e adolescentes estiveram reunidos na sede do setor 3, no Jardim do Lago.




Este ano, a Conferência Missionária contou com a participação especial de missionários que atuam em quatro países onde a AD Jundiaí tem vínculo direto: Canadá, Guiné-Bissau, Japão e Peru. “Tínhamos o desejo de reunir missionários que atuam nas bases missionários onde temos contribuído com o cumprimento da grande comissão”, pontua o pastor Esequias.


Para viabilizar esta reunião, a Além-Mar –agência missionária da AD Jundiaí– viabilizou a cooperação de obreiros e suas famílias que cooperaram como preletores da edição: pastor Paulo Kamisaki e sua esposa Trifena Kamisaki, da AD Toronto, no Canadá; pastor Haroldo Yamamoto e sua esposa Raquel Yamamoto – da AD Japão; pastor Edwin Robles, sua esposa, Shirlane Robles, e sua filha Rayssa Robles; pastor Tcharton Sana da Costa e Sandra Costa, de Bissau, capital da Guiné-Bissau. Ainda do país africano, também participou do evento a missionária Mísia Costa, enviada pela AD Recife, que coopera como coordenadora pedagógica do Instituto Bíblico da Assembleia de Deus da Guiné-Bissau (Ibad-GB). A SENAMI- Secretaria Nacional de Missões – esteve representada no evento pelo seu secretário de planejamento, pastor Zedequias Trajano, que apresentou um relatório sobre as atividades da instituição no ano passado e os projetos para este ano.







O pastor Esequias Soares destacou o valor das missões transculturais que a AD Jundiaí investe desde o final dos anos 1980. Reunir os missionários em um evento como esse, propiciou à igreja uma oportunidade ímpar de ouvir diretamente dos obreiros as experiências do campo missionário. “A Conferência Missionária é o momento especial para que os irmãos saibam quem, onde e como estamos cumprindo a grande comissão. Nada melhor do que poder ouvir diretamente deles as grandes coisas que o Senhor tem operado até nos confins da terra”.


O presidente da AD jundiaiense ponderou, também, sobre como a mensagem do evangelho alcança os povos sem, contudo, desprezar a cultura local. “O cristianismo não engessou a cultura. Em toda parte são preservadas as características locais”, destacou o pastor Esequias.


Até os confins da terra, onde chega a mensagem do evangelho, é preservado pontos essenciais; Bíblia como fonte de autoridade espiritual, doutrina da Trindade; a divindade de Jesus; o ministério do Espírito Santo. Outros fatores, porém, como liturgia, relacionamento entre os irmãos são diferentes. “O missionário tem essa visão e a igreja que o envia também deve ter essa maturidade, para garantir o êxito no cumprimento da grande comissão”.


Quem abraça a causa missionária deve assimilar a visão descrita pelo apóstolo João onde povos, tribos, línguas e nações são descritas diante do trono. “Cada um dentro da sua cultura adorando a Deus e Ele aceita isso”, conclui o pastor Esequias Soares.





Com texto e fotos cedidos por AD. Jundiaí/ via Senami

Comments


ENDEREÇO

Av. Vicente de Carvalho, 1083 

Vila da Penha - Rio de Janeiro - RJ

CEP: 21210-000

REDES SOCIAIS

CONTATO

  • Instagram
  • Facebook
  • Youtube
  • TikTok

(21) 3351-3387

  • Whatsapp
bottom of page